ler no escuro

Ler no escuro prejudica a visão?

Todos já ouviram falar que ler no escuro pode prejudicar a visão. Mas, a verdade é que essa afirmação pode não ser tão verdadeira quanto parece ser. Segundo alguns oftalmologistas a resposta para esse mito é negativa.

Osmar Assae, do Hospital Cema, em São Paulo, afirma que a leitura não prejudica os olhos. Sendo assim, o que pode ocorrer nesse ambiente é forçar um pouco mais o olhar. Dessa forma, isso pode provocar fadiga e um cansaço grande na visão.

A médica Lísia Aoki complementa que não há comprovação científica de que ler no escuro causa alterações patológicas. Por isso, não existe uma relação entre o fator e a manifestação precoce de presbiopia.

O que acontece com a visão ao ler no escuro

Realizando ou não o ato, com o passar do tempo deve haver uma piora na visão. Já que a mesma tende a desgastar-se ao longo dos anos. Dessa forma, a presbiopia deve aparecer em todas as pessoas com a idade.

O olho possui um mecanismo próprio capaz de regular a entrada de luz. Logo, quando a claridade diminui, naturalmente as pupilas dilatam-se para captar o máximo de luminosidade.

Para ler no escuro os olhos fazem um esforço extra, já que realizam duas funções. Além disso, nesse ambiente perde-se muita resolução de contraste e profundidade de foco. O que faz com que haja um cansaço bem mais extenso.

Consequências

A sensação de fadiga resultante do esforço é normal e pode durar até o descanso. Caso a pessoa tenha alguma doença ocular e não use os óculos adequados os sintomas podem ser:

  • Dores de cabeça;
  • Embaçamento;
  • Secura;
  • Vermelhidão;
  • Coceira.

Esses efeitos são passageiros e não provocam nenhum dano mais permanente ou complicado para a saúde. Porém, é importante ressaltar que ler no escuro pode dificultar sua capacidade de atenção e memorização.

Celular e luzes azuis podem ser mais danosos do que ler no escuro

Caso você use o livro digital ou aparelhos de leitura em locais não iluminados é preciso atentar-se. Isso porque, as telas estão relacionadas ao aparecimento da miopia progressiva. Já que a emissão da frequência de luz azul é muito prejudicial.

Ela diminui a frequência de piscadas e faz com que as lágrimas evaporem mais rápido. Dessa forma, a superfície ocular fica ressecada e irritada o que acaba prejudicando a visão. Essa é a maneira de ler no escuro mais perigosa, principalmente se for a longo prazo.

Em 2018, um estudo publicado na revista Nature demonstrou que a energia da luz azul é nociva. Afinal, com o passar dos anos ela antecipa a síntese de uma substância tóxica.

Elas têm a capacidade de desgastar as membranas dos fotorreceptores, de forma gradual. Até o ponto de levar a danos como a cegueira permanente. Por isso, é importante evitar a situação e utilizar os melhores óculos e lentes para proteger-se.

Ler no escuro

Evite ler em ambientes pouco iluminados e procure um oftalmologista para saber como está sua visão. É necessário melhorar sempre o ambiente de leitura com lâmpadas que não emitam luz azul.


Comentários