Clima seco e baixa umidade

Clima seco e baixa umidade: saiba como proteger os olhos

O clima seco e baixa umidade podem causar ressecamento nos olhos, prejudicando a visão. Além disso, aumentam o contágio de doenças oculares.

Beber água precisa fazer parte do dia a dia para manter o corpo hidratado. Assim, alivia um pouco os sintomas do clima seco, porém o uso de colírio é mais indicado.

Clima seco e baixa umidade: saiba como proteger os olhos

O clima seco e baixa umidade agrava problemas oculares, então, é essencial lubrificar os olhos sempre. Porque, senão pode acarretar problemas maiores como conjuntivite.

Apesar disso, faz a sensação térmica ser maior do que a temperatura do ar. Assim, até mesmo em ambientes fechados é preciso controlar a umidade no ar. Afinal, pode prejudicar a saúde por meio de infecções.

A umidade baixa é mais frequente nos dias frios, por isso, os oftalmologistas dizem que cresce o número de pessoas infectadas nesse período. Ou seja, os sintomas variam entre olhos vermelhos, coceira, visão embaçada e sensação de areia nos olhos.

Reduzir o tempo em frente ao computador e usar óculos escuros também ajuda na proteção dos olhos.

Previna-se

É importante a prevenção quando está enfrentando um clima seco e baixa umidade. Assim, evita problemas futuros. Os impactos serão amenizados com alguns simples cuidados.

Mesmo com o clima adverso pode ser feito algo para se melhorar. Então, verifique como, a seguir:

  • Manter o ambiente  umidificado;
  • Evitar ar condicionado e ventilador;
  • Higienizar os olhos com shampoo neutro.

Os cuidados com os olhos devem ser constantes, então, ficar alerta deve ajudar a identificar algum desconforto. 

Síndrome do olho seco é efeito do clima seco e baixa umidade

A síndrome do olho seco causa secura nos olhos por falta de lubrificação. Dessa forma, a falta de líquido adequado pode ser movida pelo clima seco e baixa umidade.

Os sintomas variam desde, olhos irritados e vermelhos até desconforto com a luz. Contudo, utilizar colírios ajuda a lubrificar e previne inflamação na vista.

Esse ressecado nos olhos é um fator de lágrimas, que não são capazes de repor o bastante para hidratar. Aliás, a poeira, a poluição e a queda do clima geram umidade que é o vapor de água presente no ar.

Conjuntivite e Meibomite

Por ser uma epidemia que se prolifera rápido, a conjuntivite faz parte de uma bactéria viral. Portanto, pode ser transmitida pelo contato sendo muito contagiosa por quem estiver infectado.

Um clima seco e baixa umidade é um ótimo lugar para a doença se alastrar, fazendo a região ocular inflamar. Já a meibomite ocorre quando as glândulas que produzem gordura causa ardor e se aloja nas pálpebras.

Consulta ao oftalmologista 

O costume de ir ao médico somente quando o problema já se instalou é o hábito de muitos. Entretanto, a prevenção é a melhor arma contra doenças oculares. Então, seguir orientações médicas antes da doença aparecer faz total diferença.

Dessa forma, o diagnóstico será antecipado e os riscos diminuirão. Porque, todas as atitudes tomadas antes de surgir o problema ajudam a monitorar os sintomas que surgirem. Dessa forma, muitas doenças poderão ser evitadas.

Prevenir doenças oculares no clima seco e baixa umidade

Além de consultas periódicas, a prevenção deve fazer parte da vida de qualquer pessoa. Assim, vai evitar muita dor de cabeça. Porque, com a correria do dia a dia, não sobra muito tempo nem para cuidar da saúde.

Os olhos podem gerar problemas desde leves incômodos até a cegueira. Além disso, afeta-se por doenças congênitas ou genéticas. Assim, manter uma boa higiene faz diferença na prevenção.

Todo clima seco e baixa umidade agrava a infecção do vírus, então, confira abaixo o que pode ser feito para prevenir doenças oculares:

  • Fazer exames regulares;
  • Usar colírios umidificadores;
  • Lavar as mãos e não coçar os olhos;
  • Higienizar de maneira certa as lentes de contato.

O importante é sempre priorizar o bem estar e a qualidade de vida. Portanto, não descarte lavar os olhos com soro. 

Como enfrentar o clima seco e baixa umidade 

Para amenizar os sintomas em período de clima seco e baixa umidade é preciso enfrentar a desidratação. Então, consumir frutas e legumes ricos em água e evitar a exposição ao sol ajuda a manter a hidratação.

Pelo fato de aumentar o risco de contaminação, o clima seco pode causar irritação nos olhos, que pode ser tratada com pomadas.

Clima seco e baixa umidade do ar prejudicam a visão

A atenção à saúde dos olhos, deve se manter elevada em tempos secos, porque os sintomas afetam a produção de lágrimas. Dessa forma, causa desconforto nas pálpebras que costumam ficar pesadas.

Durante o clima seco e baixa umidade o usuário de lentes de contato, perde um pouco da umidade natural dos olhos. Assim, deve-se lubrificar a vista com colírio. 

Ainda mais, corre o risco de voltar a usar os óculos devido à poluição, que é um fator que piora bastante com a baixa do ar. Entretanto, faz com que a glândula lacrimal evapore muito rápido, o que não limpa totalmente a córnea.

Os médicos conseguem verificar se a pessoa tem algum agravamento pelo olho seco. Não esqueça os cuidados básicos, eles são vitais. Aliás, monitore a ingestão de água.

Prática de exercícios 

O horário que o tempo mas fica seco é entre 10:00 e 19:00. Então, a prática de exercícios deve ser suspensa durante esse horário. Aliás, evitar a exposição ao sol e lugares fechados ajuda a defesa do globo ocular.

Durante o clima seco e baixa umidade o ambiente da academia deve ser mantido climatizado para não prejudicar a visão. Assim também, beber muita água antes, durante e depois da prática de qualquer atividade física.

Então, cuide-se

Esse artigo trouxe noções de como cuidar dos olhos no clima seco e baixa umidade, além disso, mostrou que é possível saber a importância da visão, por meio dos cuidados que a vista necessita. 

Então, se deve evitar alguns hábitos em dias secos e se manter hidratado. Dessa forma,a  prevenção não vai impedir doenças de surgir, mas essa precaução inibe os efeitos de uma doença. Portanto, impede o risco de surpresas ruins.

Os cuidados devem ser diários, então não esqueça de manter os olhos lubrificados. Ou seja, lavar os olhos com soro fisiológico e usar colírios específicos fazem parte da proteção.


Comentários