Mulher fazendo teste oftalmológico para miopia e hipermetropia

O que é miopia e hipermetropia: entenda a diferença e os sintomas

A miopia e hipermetropia são problemas visuais que acometem uma boa parte da população, sendo extremamente comuns entre pessoas de diversas idades

Tempo de leitura: 2:50 min

A miopia e hipermetropia são problemas oculares muito conhecidos, mas você sabe qual a diferença entre os dois?

Basicamente, enquanto a miopia é a dificuldade de enxergar de longe, o astigmatismo é o oposto, ou seja, a dificuldade de enxergar objetos que estejam próximos à você.

Ambos os problemas, tem relação com a forma como a imagem é formada dentro do seu olho e são muito comuns.

Índice:

  1. O que é a miopia?
  2. Sintomas da miopia
  3. Tratamento da miopia
  4. O que é hipermetropia?
  5. Sintomas da hipermetropia
  6. Tratamentos da hipermetropia
  7. Miopia e hipermetropia ao mesmo tempo?
  8. Lentes de contato
  9. Procure um oftalmologista

O que é a miopia?


A miopia é um problema refrativo do globo ocular, que se caracteriza por não conseguir enxergar com nitidez objetos que estejam longe de você. Isso acontece, porque os olhos míopes focam os objetos de forma incorreta, na frente da retina, deixando a imagem turva.

Sintomas da miopia

Independente do grau de miopia, os sintomas, em geral, são esses:

  • Dificuldade de enxergar objetos que estejam distantes
  • Dores de cabeça
  • Forçar a visão
  • Lacrimejamento e vermelhidão ocular

Tratamento

Infelizmente, a miopia, assim como outros problemas oculares, não tem cura. A forma mais correta a seguir, caso você tenha sintomas, é ir ao oftalmologista, que provavelmente irá receitar o uso de óculos ou lentes corretivas.

Além disso, outro tratamento para miopia, que é receitado em alguns casos, é a cirurgia refrativa, que pode ser feita quando o grau fica estável.

O que é a hipermetropia?


Já na hipermetropia, as imagens são formadas atrás da retina, enquanto deveriam ser formadas nela, ou seja, a maior característica do hipermetrope é não enxergar de perto. Apesar de ser menos conhecida, a hipermetropia é mais comum do que parece, ela acomete uma a cada três pessoas, aproximadamente.

Quais os sintomas de hipermetropia?

  • Visão embaçada ao tentar enxergar objetos próximos
  • Dor ou ardência nos olhos
  • Dores de cabeça frequentes

Tratamentos

Da mesma forma que a miopia, a hipermetropia necessita não tem uma cura. As únicas formas de tratamento da hipermetropia são usar óculos ou lentes corretivas, que melhoram a acuidade visual, ou, em alguns casos, com a realização de uma cirurgia refrativa a laser, como a LASIK, que corrige o problema de forma rápida e indolor.

É possível ter miopia e hipermetropia ao mesmo tempo?


É possível, sim, mas nunca no mesmo olho. Conforme já explicamos anteriormente, a miopia e a hipermetropia são problemas, de certa forma, opostos. Isso porque, os dois estão relacionados ao tamanho do olho e ao lugar que a imagem se forma dentro dele, além disso, ambos podem ter com raiz o fator genético. Por isso, é possível, que em cada olho você possua um dos dois distúrbios.

Uso de lentes de contato


Pessoa colocando a lente de contato para miopia  a hipermetropia nos olhos
Freepik

Tanto a miopia, quanto a hipermetropia podem ser tratadas com o uso das lentes corretivas. É a maneira mais prática, fácil e confortável de tratá-los, sem ficar refém dos óculos.

Para os dois problemas, existe um variedade extensa de opções, marcas, cor e tempo de descarte, podendo ser:

  • Diário – a lente é descartada todos os dias após o uso
  • Quinzenal – as lentes precisam ser descartadas quinze dias depois de serem abertas
  • Mensal – troca-se as lentes um mês após o blister ser aberto
  • Anual – você pode usar a lente por um ano

Na NewLentes você encontra as mais variadas opções de lentes para você que tem miopia ou hipermetropia. Além de solução multiuso, estojos, colírios, óculos de sol e de grau e cordinhas para óculos. Conheça todos os nossos produtos e encontre o ideal para você!

Antes, procure um oftalmologista


Antes de resolver optar por um tratamento ou outro, é sempre muito importante procurar por um oftalmologista, além das consultas anuais que devem fazer parte da sua rotina médica. Afinal, a saúde dos seus olhos é importante, sim e precisa de todo o cuidado.

Além disso, é importante consultar um médico também, caso sinta algum dos sintomas que citamos aqui.


Leia também:

Por: Gabriela Bonetti Giomo


Comentários