receita de óculos, grau, receita de grau

Desvendando sua receita de grau: descubra como ler

Quem nunca foi ao oftalmologista, pegou a receita de grau e não entendeu nada do que estava escrito lá? Ela é cheia de letrinhas, abreviações e números que confundem qualquer um e fazem com que algo simples pareça um verdadeiro bicho de sete cabeças.

Mas como aqui no Blog da NewLentes, nós adoramos descomplicar assuntos oftalmológicos, pode deixar que vamos “traduzir” tudo para que você consiga entender na íntegra o que está escrito na sua receita.

O que é a receita de grau?

Bom, basicamente, ela é aquela folhinha que você recebe após ir ao oftalmologista e realizar todos os exames. A receita oftalmológica mostra qual erro refrativo precisa ser corrigido e qual seu é o grau daquele erro.

Abreviações das receitas de grau

Você com certeza deve ter notado que várias letrinhas na sua receita de óculos. Elas são abreviações que indicam exatamente o problema ocular que você tem.

As principais delas são:

OE: Olho esquerdo

OD: Olho direito

PL: Plano

ESF: Esférico. Se refere aos graus de miopia e hipermetropia

CIL: Cilíndrico. Corresponde ao graus de astigmatismo

EIXO: Aparece nas receitas de quem tem astigmatismo e mostra qual o “local” em que o problema visual está dentro do olho do paciente

DNP: Distância naso pupilar. É a distância entre o nariz e a pupila

DP: Distância pupilar. Distância entre uma pupila e outra

AD: É a adição. Indica seu grau de presbiopia

E o que significam os sinais?

Outros elementos que causam muita confusão até entre quem já usa óculos há tempos, são os sinais de menos (-) e mais (+) que ficam indicados na frente do seu grau na coluna “esférico”. Eles indicam se você tem miopia (-) ou hipermetropia (+).

Já o astigmatismo, é indicado na coluna CIL e EIXO.

Como já falamos anteriormente, se você tiver presbiopia, que também é conhecida como vista cansada, o grau é indicado como adição.

Quais são os problemas refrativos?

Imagem: Canva

Já falamos muito aqui dos problemas refrativos, os principais são:

Miopia

A miopia é a dificuldade de enxergar objetos que estejam longe de você. Geralmente, enxerga-se com pouca nitidez e ela costuma ser hereditária, ou seja, passa de pai para filho.

Hipermetropia

Já a hipermetropia é a dificuldade de enxergar objetos ou frases próximas a você. Normalmente, é mais comum em adultos e pode ser corrigida com o uso de óculos ou lentes de contato.

Astigmatismo

O astigmatismo torna a visão embaçada e pouco nítida, tanto para perto, quanto para longe. Isso acontece, porque no olho com astigmatismo a imagem tem mais de um foco, o que faz com que ela fique distorcida.

O grau para lentes é diferente do grau para óculos

Imagem: Canva

Outro ponto que é importante ressaltar é que, o grau indicado na sua receita, não necessariamente é o mesmo grau das suas lentes de contato. Ou seja, na maior parte dos casos, precisa ser feita a conversão, que também, varia de acordo com o fabricante da lente.

Ainda tem alguma dúvida? Converse com o seu oftalmologista. Ele saberá te explicar tudo da melhor forma!


Comentários