É possível ser piloto de avião com problemas visuais?

Para aqueles que sonham com uma carreira como piloto, ter problemas de visão pode ser no mínimo preocupante. E em ultimo caso, levar a desistência de realizar esse sonho.

Contudo, para alguns realmente não é possível ser piloto de avião com problemas visuais como no caso de pilotos militares. Porém, para quem não quer seguir carreira militar e somente voar é possível sim, ser piloto.

Assim, neste artigo vamos falar como realizar seu sonho e quais os procedimentos seguir. Também vamos falar sobre quais os tipos de classes de pilotos. Além de vermos o que é necessário para se conseguir voar, mesmo usando óculos.

Piloto de avião x óculos de grau

Primeiramente é possível sim ser piloto de avião com problemas de visão. Claro que alguns problemas serão impeditivos. Porém, na maioria das vezes o uso dos óculos não é impedimento para o exercício da função.

Somente para pilotos militares o uso do óculos ou lentes será impedimento. Pois para o exercício da função é necessário gozar de plena saúde. Contudo, na aviação comercial o uso de óculos não impede um candidato a seguir sua carreira voando.

Sendo assim, o exame que certifica o candidato a ser piloto de avião com problemas visuais é emitido pela Aeronáutica. O certificado médico aeronáutico ou CMA verifica as condições de visão do candidato. Logo, aprovando ou reprovando de acordo com o seu grau de saúde dos olhos.

Exame CMA x problemas de visão

Dessa forma o certificado médico aeronáutico é emitido através de algumas fases e exames. Onde o candidato passará por avaliações médica oftalmológicas onde serão verificadas os graus de dificuldade para enxergar.

Veja abaixo as classes de pilotos disponíveis para o candidato. Onde, de acordo com cada nível da profissão, exames oftalmológicos específicos são solicitados para cada caso.

  • Classe 1 – piloto de linha aérea, comercial e privado com habilitação IFR;
  • Classe 2 – piloto privado, operador de equipamentos especiais, comissário de voo;
  • 3 – piloto de balão livre e mecânico de voo;
  • 4 – piloto de planador e piloto de aeronave leve;
  • E por fim, classe 5 – piloto remoto de VANT.

Pelo site da ANAC o candidato poderá ter uma ideia de como se preparar para os exames de cada classe. Além, de verificar as doenças que podem impedir de começar uma carreira como piloto de avião com problemas visuais.

Problemas de visão impeditivos x não impeditivos

Para finalizarmos o artigo, vamos falar de alguns problemas de visão que podem ser impeditivos para seguir carreira de piloto. Sendo assim, o astigmatismo e a miopia não serão impeditivos para o candidato a piloto.

Nesses casos a única exigência da ANAC é que o piloto tenha sempre um par de óculos reserva a disposição. E também que eles sejam multifocais, caso seja necessário.

De acordo com a ANAC a acuidade visual é de extrema importância para o exercício da função de piloto. Já doenças como hipertensão intraocular, daltonismo, estrabismo com dificuldades de visão.

Assim como alteração da retina serão um impedimento ao candidato. Outras doenças também como heterotropia (estrabismo) ou exoftalmia (olhos saltados) também são impeditivas.

Lembrando que o impedimento para ser um piloto de avião com problemas visuais ocorre pelo motivo de ser necessária uma boa visão. Tanto para os momentos de aterrissagem e controle, como verificação de painéis. Onde muitas vezes possuem cores verde e vermelhas.

Além do piloto precisar de uma visão de profundidade adequada durante alguns momentos. Garantindo assim a segurança dos passageiros e outros membros da equipe de voo.


Comentários