diabete mellitus

Diabete Mellitus (DM): Evite a cegueira se cuidando

A diabete mellitus é uma doença crônica que atinge crianças e adultos no mundo todo. Segundo os órgãos de saúde, esta patologia já atinge cerca de 460 milhões de pessoas. Contudo, a previsão é que este número suba para 578 milhões até 2030.

Isto acontece principalmente por ela ser silenciosa e só apresentar sintomas em estágios mais avançados. Inclusive, conta com quatro categorias distintas. Entretanto, os mais comuns são a pré-diabetes e a do tipo 2.

Dessa forma, se não houver controle da taxa glicêmica inúmeros problemas vasculares poderão se desenvolver. Assim como acidente vascular cerebral (AVC), nefropatia e complicações cardiovasculares. Bem como a retinopatia que pode levar a cegueira.

Desenvolvimento de retinopatia

O surgimento da diabete mellitus ocorre quando a presença de açúcar no sangue está muito alta. Afinal, a hiperglicemia é responsável por ocasionar complicações microvasculares na região da retina.

Com efeito, a visão é prejudicada, pois a formação de imagens é afetada. Entretanto se descoberta precocemente a cegueira poderá ser evitada. Aliás, esta doença não afeta apenas um olho, mas sim os dois.

Tratamentos para o controle da Diabete Mellitus

Logo que a diabete mellitus é diagnosticada o paciente poderá contar com o uso de medicamentos. Dentre os quais está a insulina, hormônio responsável pela redução da glicemia. Além destes existem também cuidados naturais que auxiliam no tratamento.

Visto que hábitos como tabagismo, alcoolismo, sedentarismo e má alimentação influenciam diretamente nesta condição. Logo, para melhorar a qualidade de vida é recomendado exercícios físicos, mas principalmente adequar a alimentação.

Segundo estudos, deve-se evitar o consumo de alimentos processados e gordura saturada. Assim sua prioridade deve ser proteína magra, vegetais entre outros. Desta forma, além de melhorar o bem-estar é possível prevenir futuras complicações.

Proteínas recomendadas para Diabete Mellitus

Das proteínas disponíveis no mercado, ovos e peixes se apresentam como as mais adequadas. Principalmente se o pescado for a sardinha, o atum e o salmão.

Ovo

Os benefícios oferecidos são:

  • Redução de inflamação;
  • Elevação dos níveis de colesterol bom e modifica o tamanho do rim;
  • Fonte de antioxidantes que previne doenças oculares.

Peixes

Eles são:

  • Fonte de ômega 3;
  • Rico em gordura poli-insaturada.

diabete mellitus

Fibras e Oleaginosas

As fibras mais indicadas para diabete mellitus são as solúveis. Pois elas ajudam no retardo da digestão e evitam elevados níveis de glicose. Já as oleaginosas assim como os peixes também são ricas em boas gorduras.

Fibras

Bons exemplos são:

  • Aveia;
  • Arroz integral;
  • Chia;
  • Linhaça.

Oleaginosas

Opte por:

  • Nozes;
  • Amêndoas;
  • Castanhas.

Frutas e vegetais para Diabete Mellitus

Por fim, as frutas desempenham um importante papel. Afinal, além de serem fontes de vitaminas, também são ricas em antioxidantes e fibras solúveis. Por conta disso, é comum encontrar maçã, abacate, frutas vermelhas e cítricas nestas dietas.

A ingestão de vegetais, como as folhas verdes, contribui para prevenir processos inflamatórios. De fato, em alguns casos o brócolis, por exemplo, atuou de forma semelhante ao medicamento.

Entretanto lembramos que o tratamento mais adequado para a diabete mellitus é definido pelo médico. Portanto se deseja complementar com alimentação correta busque um especialista.


Comentários