Conjuntivite viral

Você sabe como a conjuntivite viral é transmitida?

A conjuntivite viral é uma doença comum nos dias de verão. Além disso, é altamente contagiosa, passando de uma pessoa para outra com facilidade.Também, tem outras duas vertentes, a bacteriana e a alérgica.

Entre todos os três tipos, a que tem mais nível de transmissão é ela. Pois, conta com vírus resistentes, que conseguem ser passados de uma pessoa para a outra.

Entender mais sobre esse problema ocular possibilita que seja mais fácil se prevenir. Por esse motivo, separamos as informações mais necessárias neste artigo. Assim, aumente seu conhecimento de forma rápida e simples.

Como identificar a conjuntivite viral

A principal forma de identificar a conjuntivite viral é conhecer os sintomas. Então, mantenha sempre em mente que eles que irão caracterizar a doença, veja a seguir:

  • Coceira;
  • Pálpebras inchadas;
  • Sensação de areia;
  • Dor ao olhar para a luz;
  • Visão borrada;
  • Olhos lacrimejando.

Qual a diferença entre ela e a bacteriana?

A principal diferença com a bacteriana é a secreção formada, que no caso da viral é esbranquiçada. Além disso, os dois olhos acabam sendo contaminados, diferente dos outros tipos.

A transmissão da conjuntivite viral é inevitável?

Como explicado, a conjuntivite é transmitida com facilidade, principalmente a viral. Assim, pode ocorrer pelo mínimo contato com qualquer pessoa portadora da mesma. Desse modo, é preciso extremo cuidado e higiene.

Os vírus são resistentes fora do organismo, mas não voam de uma pessoa para outra. Logo, a conjuntivite viral não é passada pelo ar. Portanto, é possível evitar esse contágio, não tendo proximidade com pessoas infectadas.

Como começa a conjuntivite viral

Essa doença contagiosa ocorre pelo contato com a secreção do olho de alguém contaminado. Também, em casos de compartilhamento de objetos que tenham tocado o lugar. Além disso, fatores como os a seguir podem ser as principais causas:

  • Compartilhar maquiagem;
  • Usar a mesma toalha ou travesseiro que pessoas infectadas;
  • Partilhar óculos ou lentes;
  • Dar abraços e beijos em alguém com conjuntivite.

Ela é transmissível enquanto durar os sintomas. Por essa razão, é preciso evitar sair de casa. Pois, a conjuntivite viral é muito fácil de ser transmitida.

Qual é o tempo de incubação?

O tempo de incubação é quando a pessoa tem o vírus, mas não apresenta sintomas. Portanto, é o tempo em que deve haver cuidados maiores com a higiene. Com isso, é muito importante para evitar essa transmissão

Em média, esse tempo vai do primeiro até o quarto dia de contato com alguém infectado. Assim, a partir do quinto dia os sintomas surgem, ficando ativos em até quinze dias depois.

Existe tratamento?

Normalmente, a mesma desaparece sozinha e não precisa de um tratamento específico. No entanto, um oftalmologista pode recomendar remédios que possibilitam o alívio dos sintomas.

Nunca busque se medicar sozinho e sem a ajuda de um profissional. Pois, existem diversos tipos de produtos que devem ser evitados nesses momentos.

Cuidado com a conjuntivite viral

A conjuntivite viral proporciona uma dificuldade na visão e é muito fácil de ser transmitida. Por esse motivo, é importante que busque manter a higiene e evitar contato com pessoas infectadas.


Comentários