O que é mapeamento de retina e para que ele serve?

O mapeamento de retina é um tipo de exame que visa descobrir problemas ocular que possam atrapalhar as pessoas. Dessa forma, se torna um aliado no combate aos principais fatores que não permitem enxergar corretamente.

Assim, é importante conhecer esse exame e entender o que é possível identificar através dele. Então vamos saber mais sobre o assunto e verificar como funciona o processo de mapeamento da retina.

O que é mapeamento de retina?

Esse tipo de exame chamado de mapeamento de retina tem como objetivo permitir uma análise do fundo do olho. Desse modo, ele recebe o nome de exame de fundo de olho, além de ser possível visualizar as estruturas.

Assim, pode-se analisar e observar os vasos sanguíneos, toda a retina central ou periférica e o nervo óptico da pessoa. De fato, esse exame não causa dor alguma e é extremamente rápido.

Além disso, será possível conseguir imagens com alta resolução das retinas e dos tecidos que captam a luz. Caso seja verificado algum problema isso quer dizer que a visão poderá estar bastante afetada.

Então, o mapeamento de retina consegue realizar essa análise mais detalhada de todo o olho. Sendo assim, será possível definir o diagnóstico de certas doenças que estejam em processo inicial.

Doenças que podem ser encontradas através desse exame

Por certo, os olhos são um dos locais do corpo humano onde se torna possível visualizar os vasos sanguíneos. Dessa maneira, o mapeamento de retina auxilia no diagnóstico de outros tipos de doenças, tais como:

  • Diabetes
  • Hipertensão
  • Problemas de ordem neurológica
  • Reumático
  • Hematológico

Obviamente os problemas oculares também podem ser encontrados através desse tipo de exame. Assim, é possível descobrir até mesmo o glaucoma que pode prejudicar a saúde ocular dos pacientes.

Enquanto que más formações, lesões ou mesmo inflamações poderão ser vistas e corrigidas posteriormente.

Como funciona o mapeamento de retina?

O mesmo pode ser feito através de uma consulta e se trata de um procedimento simples. Pois, o mapeamento de retina utiliza um oftalmoscópio que ficará 15 cms dos olhos.

Assim, um feixe de luz será projetado até a pupila que estará dilatada irá receber esse clarão. Dessa forma, será possível para o oftalmologista identificar qual o problema que o paciente possui.

Pois, ele poderá avaliar o fundo do olho e até mesmo quem possui catarata poderá ser diagnosticado pelo oftalmologista.

Em quais casos deve-se realizar esse exame?

De fato, todas as pessoas que puderem deveriam realizar uma consulta e fazer esse tipo de exame. Pois, ele permite descobrir certas doenças que podem estar em seu estágio inicial, e com isso poderão corrigi-las.

Assim, em certos casos o mapeamento de retina é indispensável, tais como:

  • Quando se desconfia das retinopatias
  • Doenças sistêmicas
  • Visão mais baixa
  • Alterações no nervo óptico ou na retina da pessoa

Nesse sentido, a recomendação é de que o exame seja feito após o diagnóstico dessas doenças ter sido realizado. Enquanto que as pessoas que precisem de cirurgia deverão participar desse tipo de exame.

Além disso, quem já passou dos 50 anos ou que apresenta perda de visão deverão fazer o mapeamento de retina. Sem dúvida, a idade e o histórico de saúde da pessoa também fará diferença e deve ser avaliado.

Vale lembrar que o oftalmologista é quem orientará o paciente quanto ao período de repetição do exame. Por certo, os olhos devem ser cuidados e é importante buscar um especialista se sentir algum problema visual.

Escolhendo a clínica oftalmológica para fazer o exame

Nesse quesito é importante estar atento a algumas características que indicam se o local é bom ou não. Desse modo, o ideal é que essa clínica possa realmente atender à necessidade apresentada pelo usuário.

Assim, existem alguns pontos que deverão ser analisados antes de ingressar em alguma delas, confira:

  • Atender a necessidade do paciente
  • Valor que possa ser pago
  • Segurança
  • Confiança
  • Profissionais qualificados
  • Avaliações feitas por outros pacientes
  • Horários e localização
  • Reputação apresentada no mercado
  • Qual a relação custo-benefício
  • Equipamentos e estrutura da clínica
  • Quais são os serviços oferecidos pela mesma
  • Qualidade no atendimento
  • Limpeza e higiene
  • Entre muitos outros fatores

Somente com uma boa escolha é que o mapeamento de retina poderá ser feito adequadamente. Assim, é necessário um bom planejamento e análise antes de sair fazendo o exame em qualquer local.

Cuidados que são necessários no exame

Sem dúvida, a recomendação principal é de que o paciente venha acompanhado de alguém. Pois, a dilatação da pupila com o colírio pode impedir a pessoa de realizar algumas atividades.

Assim, o mapeamento de retina deve ser feito de maneira cuidadosa e sempre por um profissional especializado. De fato, a visão da pessoa ficará embaçada ou alterada por 4 ou 6 horas.

Entretanto, o exame é simples e costuma durar poucos minutos, sendo que o resultado sai imediatamente. Ou seja, se tudo for feito de maneira correta não haverá problemas e o diagnóstico será mais preciso.

Qual a frequência de repetição do mapeamento de retina?

Para responder essa pergunta é necessário verificar a faixa etária da pessoa e também seu histórico. Dessa maneira, apenas o oftalmologista poderá indicar se é necessário ou não o mapeamento de retina.

Assim, será possível estipular qual deverá ser a periodicidade que o paciente deverá repetir o exame. Além disso, é necessário uma prevenção que possa evitar problemas futuros e essas consultas são importantes.

Com isso, será possível identificar problemas oculares que estejam em fases iniciais e trata-los. Por certo, esse tipo de exame é eficaz e pode trazer diagnósticos precisos de diversos problemas.

Não somente os problemas de ordem ocular, mas também outras doenças que poderão ser observadas. Então, o ideal é estar sempre em contato com o seu oftalmologista e realizar uma consulta caso sinta alguma mudança.

Através da prevenção é possível buscar um diagnóstico e maneiras de resolver certos problemas oculares. Vale lembrar que a clínica para se fazer o exame de mapeamento de retina deve apresentar alta qualidade.

A higiene e limpeza também são fundamentais e não podem ser deixadas de lado, se tornando algo relevante. Portanto, esse exame é de grande valia e deve ser feito por um especialista da área para resultados eficazes.


Comentários