Quando é hora de procurar um oftalmologista?

Você tem o costume de fazer exames de checkup todos os anos? Essa é uma prática comum para aqueles que se preocupam com a saúde. Porém, procurar um oftalmologista precisa ser um dos itens presentes nessa lista importante.

Visitar o especialista apenas quando está identificando um incômodo nos olhos não é a recomendação correta. Afinal de contas, você pode estar com alguma doença ocular, sem mesmo saber que está manifestando algum sintoma.

O que faz um oftalmologista?

Sabia que boa parte dos brasileiros não tem costume de marcar consultas frequentes com oftalmologistas? Em geral, muitos pacientes são negligentes com essas visitas, o que pode prejudicar bastante o bem estar dos olhos.

Os oftalmologistas são especialistas no tratamento da saúde ocular. Entre consultas, exames e diagnósticos, são esses os profissionais que acompanham os pacientes com as mais diversas enfermidades oculares.

Assim como em outras áreas da medicina, a oftalmologia é divida entre especialidades clínicas e cirúrgicas. Inclusive, se você for usuário de óculos ou lentes, sabe que é indispensável visitar um especialista ocular com frequência.

A diferença entre procurar um oftalmologista ou oculista

Começamos a entender o porquê de procurar um oftalmologista, mas quando será que devo buscar um oculista? Enfim, essas duas nomenclaturas não significam exatamente a mesma coisa?

Na verdade, não funciona bem assim. Apesar de serem dois profissionais muito importantes no tratamento das doenças, suas funções são bastante diferentes.

Como vimos anteriormente, o oftalmologista é um médico especialista em olhos. Quando ele receita óculos ou lentes de contato, o oculista é quem assume o papel decisivo no seu tratamento.

O foco do trabalho do oculista está nas técnicas ópticas ou laboratoriais. Não só isso, mas é esse profissional o responsável por interpretar as informações prescritas pelo oftalmologista.

O oculista é aquele que orienta o cliente durante o processo de compra de óculos ou de lentes. Além disso, ele consegue montar e consertar óculos, algo que pode ser muito útil em certas ocasiões em que ocorrem acidentes.

Primeiro você deverá procurar um oftalmologista. Depois disso, é hora de visitar o oculista de sua preferência. Sem dúvidas, escolher profissionais capacitados em suas áreas é fundamental para o sucesso do seu tratamento.

Quando marcar uma consulta urgente?

Está percebendo algo diferente, como algum tipo de incômodo nos olhos? Confira a seguir alguns dos sintomas que podem aparecer e causar mal estar, tornando necessária a consulta a um oftalmologista.

Vermelhidão nos olhos

Os olhos podem ficar vermelhos por conta de infecções, problemas de saúde causados tanto por bactérias quanto por vírus. Ademais, o contato direto com agentes externos (como produtos químicos) causa o mesmo efeito nos olhos.

Visão embaçada ou dupla

Se não estiver enxergando com nitidez, pode ser um sinal para algumas doenças oculares, como a catarata. Em caso de visão dupla, pode estar ocorrendo, por exemplo, algum problema com o grau dos óculos ou lentes.

Sensibilidade à luz

É hora de procurar um oftalmologista se estiver experimentando o sintoma que conhecemos também por fotofobia. Esse é um quadro associado a algumas enfermidades oculares específicas, como lesões na córnea.

Além disso, pessoas que passam muito tempo em frente às telas podem sentir alguma sensibilidade à luz. Hoje, muita gente trabalha o tempo todo em seus computadores e celulares, algo prejudicial para a saúde dos olhos.

Dificuldade em distinguir cores

Pessoas daltônicas não conseguem discernir todas as cores. No entanto, existem algumas outras condições de saúde que também interferem nessa capacidade, como por exemplo, o glaucoma.

Manchas nos olhos

Diante do aparecimento de manchas na região dos olhos, busque urgentemente ajuda profissional. Afinal, o problema pode estar ligado a doenças como hemorragia interna vítrea e deslocamento de retina.

Saiba quando procurar um oftalmologista

É claro que, se você estiver em tratamento, precisa visitar o médico com a frequência estipulada por ele. No entanto, é preciso ficar atento a outros fatores determinantes.

Siga a frequência de consultas recomendada

Sem dúvidas, diversas doenças podem se desenvolver quando não há acompanhamento e cuidado com a região dos olhos. Por essa razão, todas as pessoas devem procurar um oftalmologista com certa periodicidade.

Ainda que não identifique nenhuma alteração ou sensação de desconforto ocular, marque na sua agenda! Você deve ir ao consultório do especialista semestral ou anualmente, de acordo com a recomendação médica.

Os problemas trazidos pela idade

A partir dos 40 anos, as visitas ao especialista precisam ser mais frequentes. Possivelmente, a famosa vista cansada, ou presbiopia, poderá surgir em seus olhos e gerar dificuldade na visão de curta distância.

Ainda por cima, glaucoma, catarata e lesões na retina são enfermidades que se tornam mais comuns entre as pessoas mais velhas. Com toda certeza, devemos nos prevenir e cuidar da nossa saúde ocular de maneira responsável.

Indicações para pessoas diabéticas ou hipertensas

Os diabéticos e hipertensos são outro grupo de risco para as doenças que atacam os olhos. Nesses casos, procurar um oftalmologista de forma periódica é fundamental, pois lesões localizadas na retina podem surgir.

Será que vale a pena fazer exame de vista grátis?

Já ouviu falar em exame de vista gratuito? Alguns estabelecimentos costumam oferecer esse tipo de serviço. Em suma, o objetivo é reforçar a “venda casada”, oferecendo um diagnóstico e um produto ao mesmo tempo.

Entretanto, esse “examinador” talvez não seja médico, o que pode trazer danos, até mesmo irreversíveis, para a sua visão. Inclusive, essa é uma prática considerada ilegal, tamanho o risco envolvido.

Antes de qualquer coisa, a opção mais indicada é marcar uma consulta com seu especialista ocular. Porém, você ainda pode estar em dúvida sobre como escolher esse oftalmologista.

Onde procurar um oftalmologista

Atualmente, existem diversos profissionais capacitados e experientes para avaliar e tratar da saúde dos nossos olhos. Se você tem um plano de saúde, pode encontrar uma lista de profissionais disponíveis para atendê-lo.

Do contrário, você pode optar por consultórios particulares, onde o valor de cobrança é feito por consulta. Encontre um médico em quem você possa confiar, seja por indicação ou pesquisa própria.

Portanto, não deixe para tomar essa importante decisão apenas quando os sintomas começarem a aparecer. Afinal, procurar um oftalmologista evita muitas dores de cabeça no futuro, além de resguardar a sua saúde ocular.


Comentários