O que é miopia e qual sua amplitude no mundo

A miopia é um problema visual que vem se tornando cada vez mais comum em vários países do mundo. Dessa forma, é importante entender o que vem a ser esse tipo de problema para evita-lo o mais cedo possível.

Assim, as lentes de contato ou mesmo os óculos convencionais poderão ser de grande ajuda na resolução do problema. Então vamos saber mais sobre o assunto e verificar o que vem a ser essa dificuldade visual.

O que é miopia?

Basicamente a miopia consiste num erro de refração que ocorre no globo ocular das pessoas com a condição. Desse modo, a imagem que é gerada não consegue obter seu foco de maneira correta.

Assim, tudo que é enxergado possui seu foco na parte frontal da retina, deixando a visão mais turva. Com isso, nas pessoas sem essa condição, os olhos mantém as imagens normalmente e forma a imagem na retina.

Enquanto que as que apresentam miopia essa imagem dos objetos, paisagens ou pessoas irá ocorrer na frente da retina. Gerando assim um embaçamento ou borrões que prejudicam enxergar corretamente.

Além disso, a pessoa com esse tipo de condição não consegue enxergar corretamente de longe. Mas de perto ela poderá ler um livro ou visualizar tudo de maneira correta e sem problemas.

Quais são os principais sintomas da miopia?

Sem dúvida, o principal sintoma e o mais comum é justamente o fato de não enxergar corretamente de longe. Dessa maneira, a pessoa terá de fechar um pouco os olhos para tentar visualizar de forma mais clara.

Assim, quando esse problema visual ocorre nas crianças poderá trazer diversos prejuízos na escola. Nesse sentido, as mesmas não poderão enxergar a lousa ou realizar a leitura dos livros.

De fato, com o passar do tempo, o envelhecimento vai fazendo com que a miopia vá se tornando mais forte. Então, o uso das lentes de contato ou mesmo dos óculos serão imprescindíveis para corrigir o problema.

Vale lembrar que normalmente há uma estabilização dessa dificuldade visual quando a pessoa faz 20 anos. Contudo, em alguns casos ela poderá ir piorando e isso requer um acompanhamento médico. Veja alguns dos sintomas mais comuns:

  • Visão borrada ou embaçada (longa distância);
  • Dores na cabeça ou mesmo nos olhos;
  • Tonturas;
  • Olhos lacrimejando muito;
  • Ter de se concentrar de maneira exagerada em uma certa tarefa;
  • Luzes podem trazer dificuldades ao portador do problema.

De fato, ao surgirem quaisquer sintomas o ideal é justamente buscar um acompanhamento de um médico oftalmologista. Pois, somente ele poderá lhe orientar corretamente a respeito dessa dificuldade visual.

Quais são as causas da miopia?

Geralmente pessoas que tenham algum familiar que possua a miopia apresentam mais chances de apresentar o problema. Dessa forma, tanto os homens quanto as mulher podem ser afetados da mesma maneira.

Assim, é conhecido que as 3 principais causas dessa dificuldade são:

  • Córnea com curvatura alterada: a mesma possui mais curva e isso não forma a imagem corretamente;
  • Axial: olhos mais compridos do que o ótico, onde os graus são mais altos;
  • Índice: logo após os 60 anos de idade, devido ao aumento das cataratas nucleares.

Embora, não se conheça exatamente o motivo pelo qual a miopia é gerada, o fator hereditário para ser mais compreensível. Por certo, essa condição dificulta a realização de tarefas rotineiras e deve ser corrigida adequadamente.

Então, um oftalmologista poderá realizar certos exames e com isso terá como detectar o problema. Posteriormente será possível comprar óculos ou lentes de contato que possam efetuar a correção.

Quais são os principais exames para detectar a miopia?

A fim de detectar a miopia existem alguns exames específicos que podem ser feitos, confira:

  • Testes de refração (verifica o grau e o erro de refração);
  • Testes Snellen e Jaeger;
  • Exames no disco ótico, na mácula ou de retina;
  • Lâmpada de fenda;
  • Cores;
  • Tonometria, que mede as pressões nos olhos;
  • Movimentos realizados pelos olhos;
  • Pentacam.

Somente através desses tipos de exames é que realmente se pode chegar a um diagnóstico preciso. Nesse sentido, um oftalmologista é quem fará essa consulta e lhe orientará a respeito de uma solução correta.

Dioptrias da miopia

Além de tudo isso que já vimos anteriormente ainda existem as dioptrias com diversos graus, são elas:

  • Ligeira: 3 dioptrias;
  • Moderada: 3 a 6 dioptrias;
  • Alta: 6 dioptrias.

Por certo, quanto maior for o grau apresentado isso indica que a pessoa possui mais dificuldades para enxergar. Sem dúvida, se o grau for acima de 6 isso prejudicará muito na saúde ocular da pessoa.

Qual a quantidade de pessoas com miopia no mundo?

De acordo com a OMS, pelo menos 1 bilhão de pessoas possuem miopia e isso tem aumentado cada vez mais. Além disso, as crianças também tem apresentado esse tipo de dificuldade visual.

Assim, a projeção é de que até 2050 pelo menos 50% da população poderá ser míope. Já no Brasil, o índice que é de 27% poderá chegar na faixa dos 50,7%, o que seria muitas pessoas.

De fato, as estatísticas tem mostrado um aumento considerável nos casos e isso tem prejudicado as pessoas. Pois, muitas tarefas rotineiras ou até mesmo simples acabam não podendo ser feitas corretamente.

Muitas vezes a condição se inicia na infância e costuma trazer alguns sintomas que podem ser notados. Assim, os pais devem ficar atentos para que possam auxiliar as crianças na busca por uma solução.

Por certo, os dispositivos eletrônicos e as telas digitais são responsáveis pelo aumento do problema. Já que as pessoas tem passado horas usando esses produtos eu podem vir a causar a miopia.

Esse exagero pode vir a fazer com que o músculo dos olhos vá alterando o formato da córnea. Nesse sentido, essa curvatura causará borrões ou embaçamento ao visualizar as imagens.

Então, busque ajuda de um oftalmologista caso não esteja enxergando corretamente de longe. Com isso, ele poderá indicar lentes de contato específicas ou mesmo um óculos que auxilie na correção.

Porque devo cuidar dos meus olhos?

Sem dúvida, os olhos são um dos órgãos mais importantes que a pessoa possui e que lhe ajuda muito. Assim, quando eles não estão bem as pessoas podem sentir mais dificuldades e isso prejudica sua rotina.

Então, esteja sempre realizando exames específicos e diga os sintomas ao seu médico oftalmologista. Dessa maneira, será possível viver com maior qualidade e evitando que o problema possa se agravar.


Comentários