conjuntivite, olhos vermelhos

Como tratar a conjuntivite? Conheça os principais sintomas

Você com certeza já ouviu falar da conjuntivite, não é mesmo? Ela é uma doença ocular super comum, que consiste, basicamente, na inflamação ou infecção da conjuntiva, uma membrana fina e transparente que cobre o globo ocular.

Apesar de ser uma doença muito popular, é comum surgirem dúvidas, principalmente, quanto ao tratamento e aos sintomas dela. Por isso, criamos esse artigo para te explicar tudo, de uma forma simples e descomplicada e acabar de vez com as suas dúvidas.

Índice

E qual a causa da conjuntivite?

A conjuntiva é uma membrana mucosa, fina e transparente, que cobre a esclera – parte branca dos olhos – e o interior da pálpebra e tem a função de proteger a superfície ocular e manter a lubrificação dos olhos.

Quando algum agente externo, um vírus, bactéria ou fungo, entram em contato com ela, pode causar uma infecção ou inflamação, que resulta na conjuntivite. Além disso, alguns tipos de alergias ou poluentes também podem ser os causadores.

Sintomas 

Coceira é um dos sintomas mais comuns da conjuntivite / Foto: Canva

Bom, agora que você já entendeu basicamente, o que é a conjuntivite e quais as causas dela, é importante conhecer os sintomas, afinal, é a partir deles que a se diagnostica a doença.   

  • Vermelhidão ocular;
  • Coceira nos olhos;
  • Lacrimejamento;
  • Pálpebras inchadas
  • Sensação de areia nos olhos;
  • Secreção excessiva;
  • Fotofobia (sensibilidade à luz) e
  • Pálpebras grudadas ao acordar.

Tipos

Sim, diferente do que muitas pessoas acreditam, existem vários tipos de conjuntivite. O que diferencia um do outro é o agente causador, que pode ser bactérias, vírus, fungos, alergias, entre tantos outros.

Separamos alguns deles para você:

O adenovírus é o vírus causador da conjuntivite / Foto: Canva

1. Conjuntivite viral

A conjuntivite viral, como o próprio nome já diz, é causada por vírus, o adenovírus, e é uma das mais incidentes.

O contágio pode ser por contato com secreções oculares, ou até mesmo por espirro ou tosse infectada, já que esse vírus é o mesmo de algumas outras gripes.

2. Conjuntivite bacteriana

Esse é outro tipo que é bastante contagiosa. Ela é causada por bactérias e a contaminação acontece geralmente, quando a pessoa toca em algum objeto contaminado e depois coloca as mãos nos olhos.

3. Conjuntivite fúngica

Esse é um dos tipos mais raros da doença e acontece quando a conjuntiva é contaminada por algum fungo.

O mau uso das lentes de contato pode ser o responsável pela contaminação por fungos.

4. Conjuntivite alérgica

Já o que causa a alérgica é a hipersensibilidade a determinadas substâncias, como pólen, ácaro, mofo, poeira e pelos de alguns animais. 

Esse tipo de não é contagioso e pode estar associado a quadros de rinite, asma ou, até mesmo, bronquite.

Tratamentos 

Os tratamentos vão variar de acordo com os tipos. Mas é primordial que, apesar da doença ser muito comum e, geralmente, simples, você consulte um oftalmologista para que ele identifique o que está causando a doença e, assim, consiga indicar o melhor tratamento.

Mas, em geral, são receitados colírios e soluções para a limpeza dos olhos.

Leia também:


Comentários